Skip to main content
armas quimicas

O que são armas quimicas ?

Sem dúvida nas últimas semanas você deve ter escutado muito nos noticiários sobre os ataques com armas químicas na Síria, as vítimas dos ataques e o impacto nas relações internacionais.

Mas afinal o que são essas armas químicas? O que provocam? E por que provocam tanta comoção?

O QUE SÃO ARMAS QUIMICAS ?

As armas químicas são produtos/substâncias químicas (alguns de uso industrial, ou seja, que são empregados na produção de produtos químicos usados no mundo todo, como por exemplo o cloro), mas que neste caso são empregados com a finalidade de matar ou ferir, seja em atos militares ou, mas recentemente em ataques terroristas.

As armas químicas são produtos químicos com elevada capacidade de produzir efeitos tóxicos e nocivos à saúde humana, e já foram amplamente empregados na Primeira Guerra Mundial.

Não são todos os produtos químicos que podem ser empregados como armas químicas, para que um produto ou substância seja usado com essa finalidade, ele deve apresentar algumas características, tais como: ser efetivo em baixas concentrações, ter volatilidade, ser altamente tóxico, penetrar no corpo por inalação, contato dérmico e ocular (principalmente), outros.

As armas químicas são proibidas, seja no campo militar ou civil, a Organização de Proibição de Armas Químicas (OPCW) através da Convenção de Proibição de Armas Químicas, avalia e investiga todos os países que são signatários desta, com o objetivo de proibir a pesquisa, desenvolvimento, emprego, armazenamento e também garantir a destruição das armas químicas existentes.

COMO AS ARMAS QUIMICAS SÃO CLASSIFICAS ?

Existem 5 classes de armas químicas;

  1. Agentes neurotóxicos – assim chamados pois atuam no nosso cérebro (Sistema Nervoso Central) e provoca efeitos gravíssimos, são extremamente tóxicos, os principais representantes são o Sarin (usado na Síria em agosto de 2013, abril de 2017 e supostamente em abril de 2018) e o agente VX (usado em fevereiro de 2017 para provocar a morte do norte coreano no aeroporto da Malásia). Os sintomas apresentados pelas vítimas são: salivação excessiva (pessoa espuma muito pela boca), sudorese (suor excessivo), olho vidrado, tremores musculares, convulsão e morte.
  2. Agentes sufocantes – assim chamados pois agem nos pulmões. O principal representante deste grupo é cloro, após a inalação a vítima sente queimação dos olhos, nariz e garganta, o cloro provoca o aumento dos fluidos no pulmão, a pessoa pode morrer com a sensação que está se afogando, pois, o pulmão fica com acúmulo de líquido. Suspeita-se que tenha sido usado em abril deste ano na Síria.
  3. Agentes sanguíneos – assim chamados porque o composto é transportado pela corrente sanguínea até as nossas células e bloqueia a respiração celular. O representante deste grupo é o cianeto. Foi amplamente empregado nas câmaras de gás durante a Segunda Guerra Mundial – Holocausto, na forma de ácido cianídrico. O vapor do cianeto é transportado via a corrente sanguínea e quando chega nas células ele provoca um bloqueio na respiração celular, assim todas as células do nosso corpo param de produzir energia e nosso corpo entra em colapso, a depender da concentração e local em que foi usado (lugar fechado) em minutos a vítima morre. O composto cianeto é empregado atualmente em diversos segmentos.
  4. Agentes vesicantes (bolhosos) – são assim chamados porque quando entram em contato com a pele provocam bolhas, além de provocarem efeitos e danos aos olhos e ao sistema respiratório. O principal representante desta classe é o conhecido “gás mostarda”, amplamente usado na Primeira Guerra Mundial – assim chamado devido ao odor característica de mostrada/alho, e também usado na Guerra Irá-Iraque.
  5. Toxinas – são compostos extraídos de microrganismos. Um desses compostos é a ricina, composto extraído da mamona, e o outro é a saxitoxina, composto extraído de um tipo de alga.

Agora que você já sabe o que são as armas químicas e o que elas provocam, vamos discutir o porquê tais compostos provocam tamanha comoção.

Você pode perceber que estes compostos provocam graves efeitos à saúde humana e podem matar. Quando pensamos em empregar esses compostos para matar outras pessoas, verifica-se uma perversidade muito grande, pois não há como fugir ou se esconder.

Lembra que falamos que uma das características desses agentes era serem voláteis, ou seja, é preciso que sejam dispersados na forma de gás ou vapor para que as pessoas inalem e sejam intoxicadas, assim, não há como se proteger, quando é liberado um gás ou um vapor tóxico as pessoas próximas serão intoxicadas, o sarin por exemplo não tem cor e nem odor.

As armas químicas devido ao seu elevado potencial de toxicidade, algumas com elevado poder de mortalidade, são consideradas ilegais, por esse motivo, quando há o uso desses compostos, a comunidade internacional se pronuncia e há tamanha comoção e discussão, como temos observado na Síria, que passa por uma guerra civil há 7 anos.

            O uso de armas química é condenável seja sob o aspecto filosófico, religioso, político, humano, moral ou ético.

DEIXE SEU COMENTARIO...

Portal SEG BR

Notícias, Artigos e conteúdos relacionados à saúde e segurança do trabalho